Um purgatório anunciado

Um purgatório anunciado

Pelo padre José Júlio Rocha Nos guichés do estabelecimento estão três funcionários que, com sacrifício e paciência, atendem os clientes, mais de cinquenta na sala, que vão mostrando sinais de cansaço, impaciência, pressa, urgência. Ninguém refila, mas sente-se tensão...
Um purgatório anunciado

E ainda nem vamos a meio caminho

Pelo padre José Júlio Rocha Aos oitenta anos minha mãe continua a usar o seu i-pad de uma forma desenvolta: já o tem há uns seis anos e entretém-se a conversar com as primas, as amigas, os filhos, o mundo. Quando comunicamos visualmente com ela, é difícil ver-lhe a...
Um purgatório anunciado

Boston e outras ideias

Pelo padre José Júlio Rocha Boston é uma das cidades mais bonitas que conheço. E não. Não me converti ao americanismo de admirar aquelas metrópoles modelo estadunidenses, quase sempre iguais, pontiagudas no meio, com os arranha-céus espelhados dos centros financeiros...
Um purgatório anunciado

A bondade passeou nas nossas ruas

Pelo padre José Júlio Rocha É como se tivesse sido ontem. Bem que me está cravado na memória. Era por volta das dez e meia da noite do dia quinze de Janeiro de 2007, há quinze anos. Vinha dos Biscoitos, no meu automóvel, a furar a escuridão dos caminhos, a desbravar...
Um purgatório anunciado

É a guerra que faz história, não a paz

Pelo padre José Júlio Rocha No início deste agosto passei oito dias no sul de França. Fui numa excursão de amigos, 45, que costumam, de anos a anos, organizar uma destas viagens pela nossa incomparável Europa. Marcada para 2020, a pandemia catapultou-a para este ano....
Um purgatório anunciado

Encontro na Via Gioberti

Pelo padre Júlio Rocha Costumo dizer que em Roma há mais padres do que gente. Por cá os padres são raros e, quando passa algum de colarinho eclesiástico, há sempre alguém que vira a cabeça e declara: “olha um padre!” Coisa rara nestas bandas. Não assim em Roma. Com as...