É o segundo a faze-lo na história da republica portuguesa

O Presidente da República participa no domingo na procissão do Santo Cristo, em Ponta Delgada, Açores, sendo o segundo chefe de Estado, depois de Ramalho Eanes, a integrar aquele que é considerado o momento alto das maiores festas religiosas açorianas.

Esta será a primeira deslocação aos Açores de Marcelo Rebelo de Sousa enquanto Presidente da República.

Antes de integrar a procissão, o chefe de Estado desloca-se, pelas 14:30 (mais uma hora em Lisboa), ao Jardim Botânico José do Canto, também em Ponta Delgada, onde vai plantar uma árvore, revelou a respetiva fundação.

Criado por José do Canto (1820-1898) em meados do século XIX, o espaço tem cerca de 400 espécies de todo o mundo catalogadas, sendo que cerca de 140 são árvores e muitas delas monumentais.

A procissão do Senhor Santo Cristo dos Milagres começa às 15:30 (hora local), no Campo de São Francisco, mas a imagem do Senhor Santo Cristo dos Milagres sai uma hora depois da Igreja do santuário.

O chefe de Estado vai integrar a dianteira do cortejo cívico, juntamente com o Representante da República para a Região Autónoma dos Açores, Pedro Catarino, a presidente da Assembleia Legislativa, Ana Luís, e o chefe do Governo Regional, Vasco Cordeiro.

A primeira procissão do Senhor Santo Cristo dos Milagres remonta a 1700, ano em que a ilha de São Miguel foi abalada por “fortes e repetidos tremores de terra”.

O cortejo conta, ainda,  a participação de 26 bandas de música e nele estão representantes das principais instituições civis, militares e religiosas do arquipélago.