Pelo Pe José Júlio Rocha.

O rei disse: Ide às encruzilhadas dos caminhos e convidai para as bodas todos os que encontrardes”.
Então os servos, saindo pelos caminhos, reuniram todos os que encontraram, maus e bons. E a sala do banquete encheu-se de convidados. (Mateus 22, 8-10)
No Evangelho de hoje está clara a intenção de Jesus em abrir o Reino dos Céus a toda a humanidade. Todos têm lugar, porque Deus é Pai de todos.
Temos, muitas vezes, a tendência a fazer acepção de pessoas e a classificá-las, considerando-as mais ou menos dignas de Deus.
Os braços de Deus abraçam todo aquele que quiser ser abraçado.