Pelo Pe José Júlio Rocha.

Jesus perguntou-lhe pela terceira vez: “Simão, filho de João, tu amas-Me?”. Pedro entristeceu-se por Jesus lhe ter perguntado pela terceira vez se O amava e respondeu-Lhe: “Senhor, Tu sabes tudo, bem sabes que Te amo”. (João 21, 17)
Por três vezes pergunta Jesus àquele que virá a ser o primeiro papa se O amava. Fica assim consagrado o Amor como o selo que define plenamente o cristão. A Igreja Primitiva crescia abundantemente porque os pagãos olhavam os cristãos e diziam, impressionados: “vede como eles se amam”.
Não somos fiéis a Jesus Cristo quando usamos uma linguagem autoritária, de condenação, quando nos julgamos os puros, os donos da Verdade, quando queremos defender uma fé à custa do sacrifício do Amor.
Já pecámos demais. Só o Amor é digno de fé.