Pelo Pe José Júlio Rocha.

«A graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco.» (2ª Coríntios 13, 13)
“É mais fácil despejar todo o mar numa covinha de areia do que pores Deus na tua cabeça”, dizia uma criança a Santo Agostinho.
Conhecer é dominar: é encaixar a realidade conhecida na nossa mente e saber o que ela é. Neste sentido, conhecer Deus é impossível. Quem é Deus? É a grande pergunta da humanidade, a pergunta sem resposta.
Ter fé é deixar que Deus nos conheça, nos ame, nos invada. Não se pode chegar a Deus só pela mente. É necessário todo o coração, isto é, todo o nosso ser.
Deus é Amor, é a verdade mais sublime e mais misteriosa de todas. É esse o Deus que Jesus nos trouxe, na vida e nas parábolas, como a do Pai Misericordioso.