Pelo Pe José Júlio Rocha.

«Esta geração perversa e infiel pretende um sinal, mas nenhum sinal lhe será dado, senão o sinal do profeta Jonas.» (Mateus 12, 39)
Todos nós temos, de algum modo, um São Tomé dentro de nós: ver para crer. Todos nós temos, no fundo, um desejo íntimo de um sinal, uma prova inabalável, científica, milagrosa, da presença de Deus.
E os sinais existem, mas é necessário, primeiro, ter fé para os reconhecer.
Fé não é ver para crer: é crer para ver.