Autarquia assinala este domingo o 471º aniversário de Ponta Delgada elevada a cidade

O Bispo Emérito de Angra, D. António de Sousa Braga, vai ser agraciado este domingo, no âmbito das comemorações dos 471 anos da cidade de Ponta Delgada com a medalha de Mérito Municipal.

São 11 as personalidades e instituições que a autarquia vai homenagear no Dia da Cidade, numa sessão solene que terá lugar no Salão Nobre, pelas 16h00.

A Câmara Municipal vai distinguir os homenageados com a entrega de distinções honoríficas, numa sessão que é aberta ao público, mas sujeita à disponibilidade de lugares.

O Bispo Emérito de Angra, D. António de Sousa Braga, natural da freguesia de Santo Espírito, na ilha de Santa Maria, será agraciado com a Medalha de Mérito Municipal.

O 38.º bispo de Angra, apenas o segundo nascido nos Açores, é já cidadão honorário de Angra do Heroísmo, tendo recebido igualmente as chaves de honra da cidade património.

O bispo Emérito de Angra que agora reside no continente, no Seminário de Nossa Senhora de Fátima, em Alfragide, pertencente à Congregação dos Padres do Coração de Jesus (Dehonianos) da qual já foi superior em Portugal, será a única figura eclesiástica a ser distinguida nesta ocasião.

Entre os homenageados com esta insígnia municipal estão, ainda, a Banda Filarmónica Nossa Senhora das Neves, da paróquia da Relva e duas mulheres ligadas à ação social: Ilda Brás e Leonor Anahory. Já o Diploma de Reconhecimento Municipal será entregue ao Major-General José Manuel Cardoso Lourenço, ao Mestre Masatoshi Ohi e a Ruy-Guilherme de Morais. A Medalha de Ouro do Município de Ponta Delgada, a mais importante insígnia municipal, será entregue à Mãe de Deus – Associação de Solidariedade, a José de Medeiros Ferreira (título póstumo),  a Maria Evelina Vieira da Rosa e a  Cinelândia Cogumbreiro.

O bispo Emérito de Angra presidirá às celebrações da Semana Santa na igreja Matriz de Ponta Delgada.