As Jornadas Nacionais de Comunicação Social vão decorrer nas plataformas digitais nos dias 24 e 25 de setembro, com a conferência inaugural do cardeal D. José Tolentino Mendonça e o debate sobre a comunicação em tempo de pandemia em seis setores.

Informação, assessoria, imprensa regional, conteúdos digitais, eventos online e geração Z são os temas para grupos de trabalho na tarde do dia 24 e na manhã do dia 25 de setembro.

De acordo com o programa divulgado em ecclesia.pt/jornadas2020, os temas são analisados numa primeira fase em toda a sociedade e depois, na manhã do segundo dia, com o foco nas iniciativas e nos ambientes da Igreja Católica.

“Mais do que ligados” é o tema proposto para os trabalhos, que vão decorrer no ambiente digital, na plataforma zoom.

Para D. João Lavrador, as Jornadas Nacionais de Comunicação Social resultam da certeza de que “é muito urgente pensar, debater e planificar a comunicação no contexto de pandemia”.

“O objetivo destas jornadas foi definido na sequência de duas reuniões com diretores dos Secretariados Diocesanos das Comunicações Sociais e os seus mais diretos colaboradores, onde foi também unânime a decisão de que as Jornadas deste ano acontecem no ambiente digital”, afirma o também bispo de Angra.

Na carta/convite que dirige a todos os que possam estar interessados no debate sobre o tema da comunicação nas atuais circunstâncias, D. João Lavrador indica que o cardeal D. José Tolentino Mendonça vai fazer a conferência de abertura, em torno do tema “Palavras e presenças: desafios de uma pandemia à comunicação”, privilegiando-se depois o trabalho em pequenos grupos.

O presidente da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais, informa que a tarde do dia 24 e a manhã do dia 25 vão ser para trabalhos práticos, “adaptando metodologias e proporcionando momentos de debate em pequenos grupos e na realização de workshops”.

“Informação, assessoria, imprensa regional, conteúdos para a pastoral, liturgias online e pastoral juvenil e universitária” são os temas para os debates em pequenos grupos e para a realização de trabalhos práticos.

“As jornadas terminam com a entrega do Prémio de Jornalismo Dom Manuel Falcão à jornalista do Expresso Christiana Martins, pela reportagem sobre a Cartuxa, e aos títulos Jornal da Beira e Notícias da Covilhã, um prémio honorífico pelos 100 anos de história das duas publicações”, acrescenta D. João Lavrador.

O programa das Jornadas Nacionais de Comunicação Social 2020 está publicado em www.ecclesia.pt/jornadas2020, onde brevemente será possível realizar as inscrições e escolher os grupos de trabalho em que cada um deseja participar.

“Reservem, desde já os dias 24 e 25 de setembro para a participação nas Jornadas Nacionais de Comunicação Social, a partir de casa, da redação ou do escritório de cada uma e de cada um”, acrescenta D. João Lavrador.

O presidente da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais termina a sua carta agradecendo “todo o trabalho realizado nestes últimos meses” e desejando que, “com o contributo da tutela e das estruturas eclesiais, a comunicação seja cada vez mais qualificada”.

Em ecclesia.pt/jornadas2020 encontra, entre outras informações, o formulário para a inscrição nas Jornadas Nacionais de Comunicação Social 2020.

( Com Ecclesia)