Por Irmã Domingas Lisboa*

Hoje é um dia muito especial, sessenta anos celebra o nosso colégio, sessenta anos de luta, de trabalho, de conquistas, mas acima de tudo de percursos realizados, de gerações satisfeitas, que se orgulha e que se perpetua, confiando filhos e netos nas nossas mãos, ano após ano, o que muito nos dignifica.

No panorama de todas as instituições de ensino existentes na ilha, o Colégio de São Francisco Xavier é o único Colégio de cariz Católico, distinguindo-se das demais instituições por apostar na valorização da componente espiritual, regendo todo o seu Plano de atividades à volta dessa temática. Este ano, celebramos 126 anos de existência, por aqui passaram várias gerações, muitas vezes, membros da mesma família. Podemos dizer que já fazemos parte da memória colectiva dos habitantes do Concelho de Ponta Delgada e até dos Açores, como uma instituição respeitada e que prestigia o meio onde está inserida, prestando à região um serviço reconhecido ao longo das várias décadas de existência.

É difícil contabilizar o número de alunos que por esta instituição passaram, sendo certo que ultrapassa algumas dezenas de milhares.

Em 1893, o Colégio arrancou com 20 alunas, após um interregno, reabriu, em 1932, com 120 crianças, havendo já em 1955 mais de 400 alunas. O número crescente de alunas justificou a construção do atual edifício na década de cinquenta, sendo frequentado por alunas de São Miguel e das restantes ilhas do arquipélago, algumas em regime de internato, até 1981. Salienta-se o facto de apenas na década de setenta o Colégio começar aceitar alunos de ambos os sexos. O número de alunos tem conhecido altos e baixos, verificando-se atualmente uma frequência à volta dos quinhentos alunos anuais.

Mas, mais importante do que a quantidade é o resultado em qualidade, o que muito nos orgulha. Exemplo disso são os alunos que por esta instituição passaram e que hoje assumem grandes responsabilidades, aquém e além-mar.

Pelo que referi, reconhecemos o papel de elevada importância que assumimos na sociedade micaelense, quer em termos sociais, religiosos, culturais, quer em valores e princípios, dado que a filosofia desta instituição tem como objetivo principal, desde a sua fundação, a formação integral e plena do ser humano em todas as suas vertentes. Devemos esta amplitude de vistas na educação à nossa Fundadora, Ana Maria Javouhey, que com a sua vida e obra foi um rasto de luz na vida de muita gente.

Deste modo, proporcionamos um ensino de qualidade, direcionado para a excelência do Saber Ser e Estar e do Saber Fazer, valorizando fortemente a aquisição de conhecimentos científicos mas, ao mesmo tempo, investindo na transmissão dos valores cristãos, presentes no nosso Ideário. Os nossos jovens caminham num percurso orientado com bases cientificamente sólidas, mas sempre balizadas por valores e atitudes Cristãs, formando um cidadão integral capaz de enfrentar os desafios do amanhã.

*A Irmã Domingas Lisboa é diretora do Colégio de São Francisco Xavier, liderado pelas Irmãs de São José de Cluny