O Papa Francisco nomeou hoje Matteo Bruni diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, leigo natural de Inglaterra, com início de funções marcado para a próxima segunda-feira, dia 22 de julho.

“A nomeação é uma honra para mim. Gosto de lê-la como um sinal de estima não apenas pela minha pessoa, mas também pela história de onde venho e pelo trabalho que fiz com meus colegas na Sala de Imprensa da Santa Sé. Agradeço a confiança do Santo Padre e do prefeito Paolo Ruffini, que me apoia com a proximidade do Dicastério”, disse o novo diretor da Sala de Imprensa em entrevista ao portal de notícias do Vaticano.

Para Matteo Bruni, “a Sala de Imprensa é uma estrutura que não é grande, mas complexa, com uma variedade de funções”.

O novo diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé explica que pensa numa “comunicação que enriqueça a compreensão do contexto em que os eventos ocorrem” e realça que o pontificado do Papa Francisco “já é contado através dos seus gestos, das suas palavras, suas escolhas”, mas “o significado histórico de alguns eventos é, às vezes, compreendido melhor numa perspetiva mais ampla”.

“Estou certo de que Matteo Bruni saberá guiar a Sala de Imprensa com competência, sabedoria, visão e espírito de equipa, contribuindo para sua configuração definitiva, com o objetivo de fornecer o melhor serviço possível a uma correta informação”, disse o responsável pelo Dicastério para a Comunicação do Vaticano.

Paolo Ruffini, leigo italiano, acrescenta que a nova direção da Sala de Imprensa vai ficar completa com a nomeação de um vice-diretor, divulga também o ‘Vatican News’.

O comunicado publicado esta manhã na Sala de Imprensa da Santa Sé informa que Matteo Bruni é o coordenador do setor de Operações de Media e Credenciação da Assessoria de Imprensa desde o início de 2016, e coordenou a participação da imprensa nos diversos eventos do Jubileu da Misericórdia.

Em dezembro de 2013, Matteo Bruni assumiu a responsabilidade de organizar e acompanhar a imprensa nos voos do Papa Francisco, por ocasião das viagens fora da Itália, mas já trabalha na assessoria de imprensa da Santa Sé há 10 anos, desde julho de 2009.

Natural de Winchester, na Inglaterra, onde nasceu a 23 de novembro de 1976, Matteo Bruni estudou Letras e Literatura Estrangeira Moderna e Contemporânea, na Universidade La Sapienza de Roma.

O novo diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé é casado, tem uma filha e para além do inglês e do italiano, fala espanhol e francês, e esteve envolvido “em projetos de cooperação humanitária e em programas de apoio aos idosos”.

Esta manhã foi também publicada a nomeação de dois vice-diretores para a Direção Editorial do Dicastério para a Comunicação, Sergio Centofanti e Alessandro Gisotti, com efeitos a partir de 22 de julho.

Desde 31 dezembro de 2018 que Alessandro Gisotti era o diretor interino da Sala de Imprensa da Santa Sé nomeado quando o Papa Francisco aceitou o pedido de renúncia do então diretor e da vice-diretora, respetivamente Greg Burke e Paloma García Ovejero.

“Sou grato ao Santo Padre pelo privilégio que ele me deu de ser seu porta-voz em um período tão intenso do Pontificado. Tenho certeza de que Matteo Bruni poderá dirigir a equipe extraordinária da Sala de Imprensa. Para ele, não apenas meus melhores desejos de sucesso, mas também minha disposição de colaborar”, escreveu o diretor interino da Sala de Imprensa da Santa Sé, numa declaração também publicada hoje.

(Com Ecclesia)