Ranchos de São Roque, Fajã de Cima e Fajã de Baixo vão até à Relva

Os ranchos de romeiros de São Roque, Fajã de Cima e Fajã de Baixo, incluindo o rancho feminino da Fajã de Cima, realizam hoje uma romagem até à Relva, acompanhados dos respetivos párocos.

É uma iniciativa que se repete pelo segundo ano consecutivo e visa “preparar” de forma “física e espiritual” os Romeiros para as romarias quaresmais, disse ao Sítio Igreja Açores, um dos promotores da iniciativa, o pároco da Fajã de Baixo, Pe Paulo Borges.

“O ano passado a zona nascente da ouvidoria de Ponta Delgada organizou uma romagem semelhante,  correu muito bem e por isso quisemos repetir a experiência este ano. No essencial em vez de fazermos a preparação espiritual num salão vamos fazê-la no exterior” precisou o sacerdote.

Cada um dos ranchos sai da sua paróquia em separado, acompanhado do seu pároco (São Roque, Pe Hélder Cosme; Fajã de Cima, Pe Marco Gomes e Fajã de Baixo, Pe Paulo Borges) e faz a sua caminhada, por caminhos definidos pelos responsáveis dos ranchos, com duas paragens previstas até à Relva, onde se juntará  aos estantes.

A chegada a esta freguesia noroeste de Ponta Delgada está prevista para o meio dia, seguindo-se um pequeno lanche e depois, já na igreja, haverá uma celebração para os três ranchos.

A celebração começa com uma exposição do Santíssimo; o Cântico será feito pelos romeiros da Fajã de Cima; (F. Cima – Homens); a leitura pelo Rancho de São Roque, seguindo-se a benção dos símbolos dos Romeiros: o xaile, o bordão, o terço e o lenço. A celebração prosseguirá com momentos de adoração e oração espontânea e termina com um cântico final.

Esta romagem é “um momento de preparação” para as romarias quaresmais que se iniciam no próximo dia 21 de fevereiro. Dos três ranchos envolvidos São Roque sai na primeira semana; depois na segunda sairá o rancho da Fajã de Cima e na terceira semana da Quaresma sairá o rancho da Fajã de Baixo.