Segunda-feira de Pentecostes é dia dos Açores

Os principais edifícios públicos açorianos vão estar abertos para visitas na segunda-feira, com as devidas restrições impostas pela pandemia de covid-19, numa decisão do Governo Regional e da Assembleia Legislativa para assinalar o Dia da Região, que se comemora na segunda-feira de Pentecostes.
O Dia da Região Autónoma dos Açores foi instituído pelo parlamento açoriano em 1980, através do Decreto Regional n.º 13/80/A, de 21 de agosto, para comemorar a açorianidade e a autonomia.
A data, feriado regional, é celebrada na próxima segunda-feira (dia 24) do Espírito Santo.
Numa nota enviada hoje às redações, o Governo Regional adianta que vão estar abertas para visitas dos açorianos, “com as devidas restrições impostas pela pandemia de covid-19”, o edifício sede do parlamento e os jardins da residência oficial da Presidência da Assembleia Legislativa, na Horta, ilha do Faial, bem como os edifícios sede da Presidência do Governo Regional, nomeadamente o Palácio de Sant’Ana, em Ponta Delgada, em São Miguel, o Palácio dos Capitães-Generais, em Angra do Heroísmo, na Terceira, bem como a Colónia Alemã, na Horta.
À semelhança dos últimos anos, os edifícios poderão ser visitados entre as 15:00 locais (16:00 em Lisboa) e as 18:00 locais, numa “iniciativa que pretende reforçar a ligação dos Açorianos às instituições autonómicas e, simultaneamente, valorizar a preservação patrimonial”, segundo a mesma nota.
A sessão solene do Dia dos Açores celebra-se na segunda-feira na sede da Assembleia Legislativa Regional, no Faial, sem a tradicional imposição de condecorações e as sopas do Espírito Santo, devido aos condicionalismos decorrentes da pandemia de covid-19.
Assim, a sessão solene do Dia da Região Autónoma dos Açores inicia-se pelas 11:00 locais (12:00 de Lisboa), na sala do Plenário, da sede da Assembleia Legislativa Regional, na cidade da Horta, “com a presença de um reduzido número de convidados, sem a cerimónia de imposição das Insígnias Honoríficas Açorianas e sem o tradicional convívio alargado das sopas do Espírito Santo”, segundo informou este mês o gabinete da presidência do parlamento açoriano.
Em 2020, e devido ao contexto da pandemia de covid-19, o Dia da Região Autónoma dos Açores não foi assinalado fisicamente, mas ‘online’, também sem a tradicional imposição de condecorações.
(Com Lusa)