Foto: Agência Ecclesia/HM

Presidente do Governo Regional afirmou que os açorianos já tinham “ansiedade e curiosidade” sobre quem iria ser o novo bispo. Presidente do Parlamento destaca vontade de “conhecer” as nove ilhas dos Açores

O presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, presente na entrada de D. Armando Domingues na diocese de Angra, disse ao sítio Igreja Açores que os açorianos já tinham curiosidade e até “estavam ansiosos” em conhecer o novo bispo e que o querem “acolher de braços abertos e coração acolhedor”.

“Habitualmente os açorianos recebem de coração quem vem mas, hoje, depois de o ouvir na homilia, ainda senti mais vontade de o abraçar pela disponibilidade e pela expressão que utilizou, e que me cativou a alma: disse que fazia sua a alma dos açorianos, o que revela um espirito e uma disponibilidade para nos conhecer e para nos acompanhar” referiu em declarações ao Igreja Açores.

“Quero deixar em nome dos Açores um bem haja a D. Armando e dizer que os açorianos contam com a sua proximidade e que irá conhecer a nossa identidade, de fé católica e de devoção ao Espírito Santo e ao Santo Cristo dos Milagres”, destaca.

Também o presidente do parlamento, Luís Garcia, refere expectativa confirmada “numa pessoa que tem vontade de estar connosco”.

“Tivemos muito tempo à espera. As referências ao povo açoriano, a disponibilidade para citar autores açorianos…Ser bispo de um arquipélago com nove ilhas não é fácil mas termos alguém que está disposto a conhecer cada uma das realidades escutando-as e acompanhando-as é muito positivo”, referiu Luís Garcia ao Igreja Açores.

Juntamente com o representante da República para os Açores e autoridades civis e militares da Região, os principais órgãos de governo da região e das autarquias estiveram presentes na Sé, naquela que foi porventura a maior enchente em ocasiões festivas.

D. Armando Esteves Domingues nasceu a 10 de março de 1957 em Oleiros, Diocese de Portalegre-Castelo Branco; foi ordenado padre 13 de janeiro de 1982, na Diocese de Viseu.

A 27 de outubro de 2018, o Papa nomeou-o como auxiliar da Diocese do Porto, tendo sido ordenado bispo a 16 de dezembro de 2018, na Catedral de Viseu.

Na Conferência Episcopal Portuguesa, D. Armando Esteves Domingues preside à Comissão Missão e Nova Evangelização.