Pelo Pe José Júlio Rocha.

«Porque Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por Ele». (João 3, 17)
O termo “mundo” em São João, não tem o mesmo significado que nós damos. Representa o “lugar do pecado” (Satanás é denominado “príncipe deste mundo”).
É exatamente este mundo fraco, pecador, inundado pelo mal, que Jesus vem salvar, não condenar.
A Exaltação Cruz, que celebramos hoje, é essa salvação: não celebramos a exaltação da morte, do sofrimento ou do pietismo. Celebramos a exaltação da dádiva total, de um Deus que se dá, de um Deus cujo perdão não tem limites.