Pelo Pe José Júlio Rocha.

Irmãos: Sede bondosos e compassivos uns para com os outros e perdoai-vos mutuamente, como Deus também vos perdoou em Cristo. (Efésios 4, 32)
Os conselhos de São Paulo às comunidades cristãs a quem escrevia continuam a ser perfeitamente atuais.
O que significa “perdoar-se mutuamente” senão saber colocar-se no lugar do outro e tentar perceber que eu não sou o centro do mundo?
Ensinamos os nossos filhos a ser bondosos e a perdoar?