Pelo Pe José Júlio Rocha.

Oh se rasgásseis os céus e descêsseis! (Isaías 63, 19)
Começa hoje o Advento. Tempo de esperança numa época de incerteza e angústia.
O grito do profeta, que clama ao céu que se rasgue e apareça o Salvador, é também o nosso grito. Quanto maior a angústia tanto maior a esperança.
Rezemos de olhos bem abertos, vigilantes. Que o nosso coração se vá tornando num verdadeiro presépio, onde Jesus há de nascer.