Pelo Pe José Júlio Rocha.

«Cantai ao Senhor um cântico novo» (Salmo 98)
É isso mesmo. É talvez isso mesmo que precisamos: cantar Deus de uma maneira nova.
Que a arte saiba inventar novas formas de cantar Deus.
Que nós próprios possamos descobrir, dentro de nós, novas formas de rezar.
Deus inspirou os homens de todos os tempos para que O louvassem, na oração ou no amor, em formas sempre belas.
Este tempo difícil pode ser uma bela oportunidade para descobrirmos outras formas sempre novas de O adorar e de O amar.
Pode ser que o nosso coração esteja triste. Mas da tristeza também nasce o mais belo.
Louvar a Deus com o coração sincero, até o encher do Seu amor: eis o grande desafio.