A Cáritas Portuguesa e o Instituto de Apoio à Criança (IAC) vão promover uma campanha solidária de regresso à escola, com o apoio da Missão Continente, este sábado e domingo.

“É verdade que há já algumas ajudas que hoje já são proporcionadas na área do ensino, mas a campanha, ainda que decorra no início do ano escolar, tem como objetivo ajudar as famílias mais carenciadas durante todo o ano”, explicou o presidente da Cáritas Portuguesa, Eugénio Fonseca.

Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, a instituição católica assinala que a campanha de regresso à escola “é já uma iniciativa esperada pelas muitas famílias” que conhecem as dificuldades deste momento do ano e têm como “missão fazer crianças felizes”.

A Cáritas lembra que “uma grande percentagem” das famílias em Portugal, especialmente as famílias mais vulneráveis, “enfrentam barreiras financeiras” para apoiar os seus filhos na escola e “os custos são mais elevados quando querem continuar” os seus estudos na Universidade”, segundo o estudo ‘Educação: a chave para quebrar o ciclo da pobreza’, publicado em conjunto com a Cáritas Europa.

“É urgente inverter esta situação e criar todas as condições necessárias para que as famílias possam apoiar os seus filhos nos estudos e promover, assim, o seu bem-estar não apenas económico, mas sobretudo emocional e contribuindo assim para uma feliz integração social”, sublinha Eugénio Fonseca.

A instituição explica que os bens recolhidos nos dias 7 e 8 de setembro, nas lojas Continente aderentes, vão ser “entregues diretamente às famílias” que são apoiadas pela rede Cáritas nas diferentes dioceses.

Com esta campanha solidária a Cáritas Portuguesa também assinala o Dia Internacional da Caridade, que se comemora hoje, aniversário da morte de Madre Teresa de Calcutá (1910-1997), padroeira da Cáritas em todo o mundo.

(ComEcclesia)