Organização diocesana apela à solidariedade para responder a “situações de emergência socioeconómica”

 

A Cáritas Portuguesa promove até amanhã o seu peditório público nacional, uma iniciativa anual que visa recolher fundos que permitam responder a “situações de emergência socioeconómica”, explica a organização católica.

Nos Açores, a organização vai estar na rua, especialmente junto aos grandes centros e superfícies comerciais, pelo menos nas três principais ilha do arquipélago.

Eugénio Fonseca, presidente da Cáritas Portuguesa, assinala que a partilha dos bens é “uma forma, entre outras, de corresponsabilidade e de solidariedade com aqueles que, infelizmente, vivem de uma forma mais direta e agressiva os efeitos deixados e, ainda sentidos, pela crise que afeta Portugal” há seis anos.

“O primeiro apelo é, por isso, a todos os que tenham condições económicas, possam contribuir, o montante será de acordo com as possibilidades de cada um, neste peditório e, assim, partilhar o seu coração com a Cáritas”, escreve.

A organização católica agradece aos voluntários empenhados no peditório, uma das iniciativas mais visíveis da Semana Nacional da Cáritas, este ano com o tema ‘Num só coração, uma só família humana’.

“A partilha dos portugueses tem sido sempre muito positiva. Estamos cientes de que, este ano, nos irão proporcionar uma solidariedade que nos permitirá reforçar as energias para prosseguir na senda de edificar uma sociedade mais justa e fraterna. Fica, por isso, desde já, a nossa gratidão, para todos ainda que possam apenas dar uma palavra de incentivo ou um sorriso”, adiante Eugénio Fonseca.

O presidente da Cáritas Portuguesa deixa votos de que o “muito esforço” que as várias dioceses colocam ao serviço dos mais pobres seja “recompensado pela solidariedade das suas populações”.

Este ano a Cáritas promove também uma campanha via Facebook, pedindo a todos os contactos que tirem uma fotografia (ou façam um vídeo) no qual manifestem a sua adesão à causa da organização, com a frase ‘Eu partilho o meu coração com a Cáritas’ e o marcador “‎partilha o teu coração”

Em 2014, o peditório público da Cáritas, que decorre m diversas cidades e estabelecimentos comerciais, angariou 327 957,65 euros.

CR/Ecclesia