Iniciativa da paróquia angrense já é momento ímpar no diálogo entre a Igreja e o mundo. Decorre no centro Pastoral Beato João Baptista Machado

A paróquia de Santa Luzia, em Angra do Heroísmo, ilha Terceira, vai realizar a festa da sua padroeira entre 9 e 13 de dezembro, mas teve de adiar o segundo colóquio “Sociedade, Religião e Valores: Novos Desafios e Diálogos Culturais e Ecuménicos” que abria um vasto programa.
“Este tema pretende dialogar a religião com uma sociedade plural, desde a questão ecuménica até às áreas da educação, arte e ciência” afirma uma nota enviada ao Igreja Açores pelo pároco, padre Pedro Lima. O colóquio que tem a participação de seis palestrantes- Alexandra Manes, Diogo Vasconcelos, Emanuel Félix, José Gomes, José Júlio Rocha e Teresa Ribeiro- teria sido moderado por Eduardo Ferraz da Rosa, no Centro Pastoral Beato João Baptista Machado, a partir das 20h00.
Agora sem data marcada para a sua realização, o sacerdote já disse que o tema é pertinente e por isso, logo que seja possível, será re-agendado.
Segue-se, no entanto, um programa mais de cariz litúrgico nos dias 10 e 11, com Hora Santa, no dia 10, às 18h00, seguido da Eucaristia na Ermida Nossa Senhora do Parto. Às 20h00, segue-se uma Vigília de Oração no Tempo do Advento: “Estai preparados com as lâmpadas acesas para a vinda do Senhor” (Mt 25, 1-13).
No domingo, dia 11, III do Advento, às 12 h15 e 19h00 haverá a Eucaristia e às 20h00 num concerto com a Filarmónica Espírito Santo, da Casa do Povo de S. Bartolomeu.
Na segunda-feira, além do programa litúrgico, destaque para a projeção de um filme no Centro Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo: “O Filho”, de Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne, seguindo-se uma conversa moderada por João Félix e Laura Brasil.
No dia 13 de dezembro, dia de Santa Luzia, serão celebradas 3 eucaristias- às 9h00, 12h00 e 19h00- e a atuação do Coro Allegro, na Igreja de Santa Luzia.
O Tríduo preparatório da festa será assegurado pelo padre Emanuel Valadão Vaz, ouvidor da Praia da Vitória, no dia 11 de dezembro e pelo padre Sérgio Mendonça, pároco de Conceição, Praia do Almoxarife e Salão da Ilha do Faial no dia 12, véspera da festa. A Eucaristia solene no dia 13 de dezembro será presidida pelo Padre Marcos Miranda, pároco de S. Mateus.
A paróquia de Santa Luzia nasceu de um curato separado da Sé de Angra em 23 de maio de 1595, a pedido do bispo D. Manuel de Gouveia.
A Igreja de Santa Luzia é a mais recente obra arquitetónica religiosa de Angra do Heroísmo. Trata-se de um projeto contemporâneo feito depois do sismo de 1980 ter destruído o edifício antigo.