Intérprete vai interpretar 20 temas marianos de autores portugueses

A Igreja Matriz de Santa Cruz da Lagoa promove no próximo dia 19 de março um concerto de Rão Kyao que apresentará o seu último trabalho intitulado “Sopro de Vida- Maria”.

Com uma simples flauta de bambu, e acompanhado no órgão por Renato Silva Júnior, o reconhecido intérprete apresentará 20 temas marianos de autores portugueses como os padres António Cartageno, Carlos Silva, Manuel Faria, H. Faria e José Pedro Martins e ainda outros autores populares.

A iniciativa insere-se no âmbito da celebração do segundo anivérsário da Coleção Visitável da Matriz da Lagoa.

“O referido Recital é uma forma de celebração da fé e da devoção mariana no mês dedicado a Nossa Senhora” sublinha uma nota enviada ao Igreja Açores que destaca ainda o facto deste novo projecto do música “proporcionar momentos únicos de louvor a Nossa Senhora, passando uma mensagem de fé e de esperança, de amor e caridade” que nos ajudará a “aproximar de Deus”, constituindo “talvez o melhor veículo para revelar o que é misterioso”.

O bilhete para este momento musical tem um custo simbólico de 5 “matrizes” que reverterão a favor da conservação do património da referida igreja, podendo o mesmo ser levantado a partir do dia 7 de maio, de terça-feira a sábado, das 18h00 às 20h00 no Arquivo da Igreja Matriz de Santa Cruz de Lagoa.

O trabalho que vai ser apresentado é o segundo disco lançado no âmbito do projecto “Sopro de Vida”, realizado em parceria com o Seminário de São Paulo de Almada, cujo objetivo é a divulgação da música litúrgica de autores portugueses”.

O compositor que começou a interessar-se por gravar música litúrgica quando participava no coro da paróquia da Parede, concelho de Cascais, considera que todos os temas do CD «são de grande beleza devocional e melódica», e afirmou esperar «ter-lhes dado justiça».

«Os temas selecionados contêm obras de grandes autores consagrados do nosso país e vários temas de origem popular que nos tocaram pela sua simplicidade, profundidade devocional e riqueza melódica», escreve Rão Kyao no livro que acompanha o disco.

O primeiro disco do projeto “Sopro de vida”, com subtítulo “Ao ritmo da liturgia”, foi lançado em 2011, por ocasião da celebração dos 75 anos do Seminário de Almada.

Na faixa de origens populares que apresentamos para audição, “Quão bela és, Mãe Imaculada”, evocativa da solenidade celebrada a 8 de dezembro, canta-se na primeira estrofe: “Quão bela és ó Mãe Imaculada!/ Vestes de Sol antes que a luz desponte./ Calcas aos pés a Lua enamorada,/ Estrelas mil coroam tua fronte”.

Em 2013 Rão Kyao lançou um CD com “melodias franciscanas”, a convite da Ordem dos Frades Menores, em Portugal.

A interpretação que os micaelenses poderão ouvir tem um carácter intimista e as Flautas de Bambu do Rão Kyao são acompanhadas ao Órgão por Renato Silva Júnior.