A X ª reunião plenária, que junta o Clero e os leigos para uma reflexão aprofundada sobre os desafios da Diocese neste ano pastoral,  começa amanhã, na Casa de Retiros de Santa Catarina, em Angra do Heroísmo.

Na convocatória enviada a todos os participantes a que o Portal da Diocese teve acesso, o Bispo de Angra apela a uma participação profunda de todos os membros do Conselho Pastoral Diocesano (CPD) quer na reflexão sobre as iniciativas levadas a cabo no âmbito do Ano da Fé quer na apresentação de propostas com vista ao futuro, particularmente as que dizem respeito à Comunicação Social e à Nova Evangelização.

A décima reunião plenária do CPD realiza-se no contexto do encerramento do Ano da Fé, que será celebrado na Sé Catedral de Angra, na Solenidade do Cristo Rei, no domingo, dia 24. Nesta altura, arrancam igualmente as novas orientações pastorais 2013/2014 que incidem sobre a comunicação social e a nova evangelização. Temas que fazem parte da agenda da reunião e para os quais o Bispo de Angra chama particular atenção.

“Trata-se de fazer o ponto de situação deste arranque e verificar como podemos organizar-nos melhor para este salto de qualidade na pastoral da comunicação” salienta D. António de Sousa Braga, lembrando o que ficou decidido no último Conselho Presbiteral do passado mês de Abril.

Em causa está a criação de um Gabinete de Comunicação da Diocese, com um porta voz, o lançamento de um novo portal e a publicação de um novo semanário católico em suportes digital e papel.

O responsável máximo da diocese de Angra solicita, ainda, aos membros do CPD que apresentem “sugestões para o futuro” , no sentido dado pelo Papa Francisco de que a Igreja deve ir para as “periferias”.

D. António, na missiva que integra a convocatória para o CPD, a realizar em Angra no final do mês de Novembro, apela, ainda “à união e colaboração” de todos no sentido de que “todos sejam só um para que o mundo acredite”.

A reunião “magna”” dos responsáveis pela Igreja nos Açores e os leigos contará com 43 participantes, em representação dos vários movimentos presentes na Igreja Católica açoriana.