Equipistas dividiram-se em três “turnos” para cumprir retiro anual

As Equipas de Nossa Senhora Açores Centro estão a cumprir o seu primeiro momento presencial depois do segundo confinamento imposto pelas medidas do Estado de Emergência. O segundo encontro decorre esta tarde, entre as 14h00 e as 17h00, no Seminário Episcopal de Angra sob o lema “O Sonho de Deus”.

“Achamos que não era prudente, dado o contexto de pandemia fazermos o retiro nos moldes habituais” afirmou ao Igreja Açores o cónego Gregório Rocha, conselheiro espiritual da equipa do Sector Açores Centro.

“Vamos refletir sobre o sonho de Deus que é o Amor e fazemo-lo a partir de dois documentos: o capítulo IV da encíclica Amoris Laetitia e da Carta Apostólica do Papa sobre São José e o seu papel no seio da família”, acrescentou.

Os três encontros contarão com uma média de 20 casais que devem cumprir todas as normas de segurança e distanciamento físico entre si e decorrerão no salão do Seminário Episcopal de Angra. O primeiro decorreu este sábado; hoje realizar-se-á o segundo e o último será no dia 14 de março.

“É uma forma de estarmos juntos respeitando as exigências do momento atual” esclarece ainda o sacerdote.

Além da reflexão apresentada pelo cónego Gregório Rocha haverá ainda um momento de diálogo entre casal e depois um conjunto de testemunhos, com as ressonâncias da espiritualidade do movimento na vida do casal e da família.

Os encontros terminam sempre com um momento de Exposição do Santíssimo e adoração.

O Movimento das Equipas de Nossa Senhora chegou aos Açores há cerca de 60 anos e tem na região Açores Centro o seu núcleo mais forte com 21 equipas ativas, envolvendo mais de cem casais.

Fundado pelo padre Henri Caffarel, cujo processo de beatificação está a correr em Roma, o projeto das Equipas de Nossa Senhora é um projeto de espiritualidade conjugal para “ajudar os casais a caminhar na santidade”.

Está atualmente presente em 92 países dos vários continentes, integrando um total de 135 mil membros.