Por IA

“Para nos conseguirmos  libertar do passado que regressa, das recordações negativas que nos fazem prisioneiros, dos arrependimentos que paralisam, temos necessidade do Espírito Santo, que unge as más recordações com o bálsamo da esperança, porque o Espírito Santo é o reconstrutor da esperança” afirmou este domingo o Papa Francisco.
“A Trindade nos diz que não temos um Deus solitário lá no alto, no céu, distante e indiferente. Não! É Pai que nos deu o seu Filho, feito homem como nós, e que para estar mais próximo ainda, para nos ajudar a carregar os pesos da vida, nos envia seu próprio Espírito. Ele, que é Espírito, vem em nosso espírito e assim nos consola por dentro, leva a ternura de Deus ao nosso interior”:
Os créditos da fotografia são do Padre Marco Martinho, ouvidor eclesiástico da ilha do Pico, onde as festas do Espírito Santo entre o Pentecostes e a Trindade são das mais importantes do arquipélago, a par com os dois dias de bodo na Terceira.