© Direitos Reservados

Vítima de um acidente de carro, faleceu esta sexta-feira no Hospital do Santo Espírito, em Angra

O diácono Luís Rafael Martins do Carmo faleceu esta sexta-feira aos 80 anos de idade, depois de ter sofrido um acidente de automóvel, na sequência do qual também faleceu a mulher. O funeral será amanhã, sábado, às 15h00, na Sé.

Bancário de profissão, hoje reformado, Martins do Carmo privou com João Paulo II quando o Papa visitou os Açores em 1991.
Investido como diácono assistente, Martins do Carmo dedicou a vida à Igreja e só uma paixão o afastou do sacerdócio a tempo inteiro.

Martins do Carmo, conhecida voz da Rádio, sobretudo nos comentários da Missa radiodifundida semanalmente a partir da Sé de Angra, foi ordenado Diácono em 1990.

Foi presidente do Secretariado Diocesano de Leigos e diácono auxiliar nas freguesias de São bento, Porto Judeu e Santa luzia, todas no concelho de Angra do heroísmo, na ilha Terceira.

Fez catequese em Santa Lúzia e colaborou como catequista na Catedral.

Durante muitos anos teve a seu cargo a celebração da Palavra na Sé de Angra, inicialmente às quartas-feiras e depois, ao sábado de manhã.

Foi professor de História da Igreja e Patrologia e Latim no Seminário durante vários anos.