Sacerdote açoriano estava ao serviço do Patriarcado de Lisboa

O padre Félix Tavares Correia, de 84 anos, faleceu esta quarta-feira, anunciou hoje o Patriarcado de Lisboa.

As celebrações exequiais vão decorrer na Igreja de Nossa Senhora da Conceição, no Cadaval, onde esta tarde de quinta feira foi celebrada uma Eucaristia; na sexta-feira, às 14h30, vai ser celebrada a Missa exequial, presidida por D. Daniel Henriques, bispo auxiliar de Lisboa seguindo depois a urna para Cemitério do Maxial.

Nascido a 22 de março de 1934, em Água de Pau, concelho de Lagoa, Açores, Félix Tavares Correia entrou no Seminário de Santarém a 6 de novembro de 1947, onde permaneceu até ao ano 1950, passando despois pelo Seminário de Almada e o Seminário dos Olivais; foi ordenado sacerdote em 15 de agosto de 1960.

O Patriarcado de Lisboa, recorda, em comunicado, o trabalho desenvolvido pelo falecido sacerdote, enquanto pároco, durante mais de quatro décadas, bem como enquanto professor de Educação Moral e Religiosa Católica e vigário da Vigararia Cadaval-Bombarral.