Associação mariense de solidariedade social ajuda mensalmente 20 famílias carenciadas

A Fraterna Ajuda Cristã (FAC), organização sócio caritativa sem fins lucrativos e que existe apenas na Ilha de Santa Maria há mais de 50 anos, realizou este sábado à noite um jantar de angariação de fundos, para manter a ajuda mensal às cerca de 20 famílias que assiste.

Os bens de primeira necessidade são adiquiridos pelos próprios nas diferentes lojas da ilha, referenciadas para o efeito e pagas pela FAC .

O jantar desta noite foi confeccionado quase na íntegra com bens oferecidos e trabalho voluntário, foi servido no salão da Escola Secundária e participaram cerca de 250 pessoas que, além de contribuirem para o jantar, também compraram um bilhete de ingresso.

O serão contou com a atuação dos irmãos Pedro e Durval Braga, tendo sido, ainda,  leiloado um quadro, que rendeu 50 euros.

Para a FAC foi “um balão de oxigénio” para poder “continuar a judar quem mais precisa”.

A FAC vive das quotas mensais dos seus cerca de 200 sócios que anualmente representam entre 2000 a 3000 euros de quotizações. Mensalmente são gastos entre 500 e 600 euros em ajudas.

A FAC conta, ainda, com pequenos donativos pontuais de grandes empresas como A ANA Aeroportos ou o Banif, mas não recebe qualquer tipo de subsidios oficiais.

A FAC, também, recebe roupas usadas que não distribui na Ilha por haver outras organizações mais vocacionadas nessa área, mas envia para organizações como a AMI, a Cáritas e outr