Organização católica alerta para situação na Síria

A Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) vai promover hoje uma jornada de oração “pelos cristãos perseguidos em todo o mundo”, em resposta a um apelo lançado por uma religiosa católica de Alepo, Síria.

A iniciativa da organização católica tem início marcado para as 18h30, na igreja da Nossa Senhora da Assunção e Ressurreição de Cristo, em Cascais.

“Pretende-se rezar o Terço, invocando todos os que são vítimas, todos os dias, de intolerância e violência pelo facto de serem cristãos”, refere a AIS, em comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

Pelas 19h15, vai ser celebrada uma Eucaristia na mesma igreja.

Numa carta dirigida à fundação pontifícia, a irmã Annie fala em “profunda tristeza” pelo que se está a passar na cidade de Alepo, onde “as pessoas têm muito medo”.

“Oiçam o meu grito: por favor, salvem Alepo, salvem as nossas famílias”, escreve.

Irma Annie Aleppo_1

CR/Ecclesia/AIS