Mau tempo não impediu a saida da procissão perante o olhar comovido da população

No âmbito da celebração dos 60 anos da elevação do lugar dos Milagres a paróquia, a Igreja Arrifes reuniu na Eucaristia Solene e Procissão do passado domingo, pela primeira vez, as três Venerandas Imagens Padroeiras da freguesia de Arrifes, a maior do concelho de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel.

A cerimónia presidida pelo pároco da comunidade de Arrifes, concelebrada pelo Pe. Bruno Espínola e, a convite do Grupo Coral Dominical dos Milagres, animada pelo Grupo Coral da Igreja Arrifes, composto por elementos dos diferentes grupos corais da comunidade de Arrifes, acabou por ficar penalizada pelo facto de ter de ser celebrada dentro da igreja dadas as más condições atmosféricas, refere uma nota enviada ao Igreja Açores pela organização.

No entanto, “a presença das padroeiras, o ambiente de festa, de união, de contemplação, de prece, mas simultaneamente de simplicidade, fizeram desta Eucaristia um momento histórico”, refere a nota.

No final da cerimónia, o Pe. Davide Barcelos, que se encontra na Paróquia desde 2015, fez uma homenagem ao paroquiano Manuel Martins, dos Milagres, e que já conta com mais de três décadas de serviço a esta comunidade, enquanto membro da Comissão dos Assuntos Económicos, também conhecida por Comissão de Festas.

À tarde, a procissão contou com a presença das três imagens, o que aconteceu também pela primeira vez

“Um cortejo sublime, onde cada comunidade acompanhou a sua Padroeira, num percurso de cerca de 10 km, realizado em aproximadamente 4 horas” refere a nota enviada ao Igreja Açores.

Atendendo à realidade de cada comunidade, as imagens da Senhora da Piedade e Milagres foram transportadas em ombros. Por sua vez, a Imagem da Senhora da Saúde saiu numa estrutura móvel, concebida para o efeito pelo próprio padre Davide Barcelos. A referida estrutura, apelidada de “santa-mobile”, foi ornamentada de acordo com a decoração do andor, tornando-a um todo.

(Com Goreti Freitas)