Comissão dos Bens Culturais da Igreja já tem ferramentas de trabalho

O Inventário Diocesano dos bens móveis e integrados da Diocese de Angra está a ser preparado dando-se cumprimento ao primeiro passo de um projeto, que está formalmente concluído no papel e que será alvo de candidatura a fundos comunitários em outubro deste ano, informa uma nota da Comissão Diocesana dos Bens Culturais enviada ao Sítio Igreja Açores.

A iniciativa que faz parte de outra mais vasta, de âmbito nacional – o Projeto Thesaurus- promovido pelo Secretariado Nacional dos Bens Culturais da Igreja, com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, está numa fase de arranque, embora a Diocese de Angra seja uma das seis dioceses do país, pioneiras neste “levantamento”.

Neste momento e, depois de uma instalação provisória, a título experimental, a Comissão Diocesana de Bens Culturais da Igreja está em processo de aquisição da aplicação In Art, que é a ferramenta informática que permite a inventariação.

Paralelamente, está a ser preparado o manual de procedimentos de inventário e preparação das ferramentas para o controlo de terminologias e a incorporação na aplicação In Arte dos inventários já existentes na Diocese.

Muitas paróquias da Diocese já têm esse levantamento concluído esperando agora a informação exata da Comissão dos Bens Culturais para proceder à harmonização dos inventários de acordo com critérios e parâmetros comuns.

É o caso por exemplo da Paróquia de São pedro de Angra que já fez a inventariação de todo o seu património móvel.

No passado dia 23 de Fevereiro três elementos da Comissão dos Bens Culturais da Igreja participaram na 1ª edição dos “Encontros de Inventário: Inventário e Catalogação dos Bens Culturais da Igreja”, que ocorreu no Santuário de Fátima, Casa de Nossa Senhora do Carmo, no âmbito do “PROJECTO THESAURUS”, por iniciativa do Secretariado Nacional dos Bens Culturais da Igreja (CNBCI). O principal objetivo do encontro prendeu-se com a apresentação do projeto nacional de inventário, bem como da aplicação informática (InArte) que servirá de suporte aos dados