São acompanhados por um sacerdote, Pe. Ivo Santos e pelo bispo auxiliar de Lisboa D. Daniel Batalha

Uma dezena e meia de jovens da Vigararia de Alcobaça – Nazaré (Patriarcado de Lisboa) vão realizar uma missão na Ilha de São Jorge, a partir de hoje até 8 de agosto, noticia a agência Ecclesia.

Com o lema “São Jorge 2019 – Onde Deus te levar”, esta iniciativa da pastoral juvenil daquela vigararia, qua acontece pela quarta vez, é marcada pela “missão porta a porta, missões de rua, missão à divina providência (sem dinheiro, sem comida, sem telemóvel) e pelos momentos de oração e eucaristia diária”, lê-se numa nota enviada pela organização.

Os participantes vão ser acompanhados pelo bispo auxiliar de Lisboa, D. Daniel Batalha, e pelo padre Ivo Santos.

Entre hoje e 8 de agosto, os 15 jovens de Alcobaça e Nazaré vão “ter encontros com outros jovens, crianças e idosos da Santa Casa da Misericórdia da Calheta” e pessoas das paróquias da Ilha de São Jorge.

Em 2018, a pastoral juvenil daquela vigararia organizou uma missão na Ilha do Pico, na qual participaram 26 jovens em serviço de evangelização e confraternização. Na altura os jovens participaram numa celebração, no cimo da Montanha do Pico, o ponto mais alto de Portugal, em arruadas e numa missão porta a porta.

“Partilhavam imensas coisas connosco mas também, muitas vezes, silêncio e não nos sentimos desconfortáveis. Foi importante, chorarmos com elas, vivermos as dores. Foi onde conseguimos contactar melhor com elas, escutarmos mais”, explicou Andreia Silva, na altura, uma das participantes em jeito de balanço.

A ‘missão porta a porta à Divina Providência’ foi o que os “tocou mais” porque os participantes encontraram uma “população mais envelhecida e mais sozinha”, numa zona com muitos emigrantes.

Na ‘Missão porta a porta à Divina Providência’ os jovens partiram dois a dois sem dinheiro, sem o telemóvel e sem comida, por isso, o programa avisava que podia ser um dia de jejum.

A 3.ª Missão Vicarial Juvenil da Vigararia Alcobaça Nazaré teve como tema ‘Onde Deus Te Levar’, no ano passado também se realizou no mesmo período, entre 30 de julho a 8 de agosto.

“Quisemos sobretudo descomplicar o ser cristão, e voltarmos à base, que é o que se pretende, voltar à vivência dos primeiros cristãos. Foi importante para dar novo impulso na evangelização”, explicou o pároco de Turquel e de Évora de Alcobaça, que quando chegou, em 2013, ficou responsável pela pastoral juvenil da Vigararia Alcobaça-Nazaré.

Neste contexto, o padre Ivo Santos revela que sentiu “necessidade de criar atividades de cariz missionário”, que “é um bocadinho voltar à experiência dos primeiros discípulos”, e surgiu a missão vicarial, que já se realizou em Óbidos e na zona de Cascais.

O convite para os jovens evangelizarem nas Paróquias de São Caetano e de São João, da Diocese de Angra, na ilha do Pico, surgiu do padre Francisco Rodrigues que, em 2017, esteve na região do Patriarcado de Lisboa numa missão dois a dois, do Caminho Neocatecumenal.