Iniciativa tem lugar no dia 8 de outubro, no Porto

O Organismo Mundial de Cursilhos de Cristandade (OMCC) e a Paulus vão apresentar no próximo dia 8 de outubro, na Casa Diocesana, no Seminário de Vilar, no Porto, a IIIª edição do livro “Ideias Fundamentais “, informa uma nota do Movimento e da Editora Paulus, enviada ao Sítio Igreja Açores.

Trata-se de um lançamento mundial e a iniciativa insere-se na Ultreia de arranque do ano pastoral do OMCC, que contará com a presença do Bispo do Porto, D. António Francisco dos Santos e a apresentação do Assistente Internacional do MCC, D. Francisco Senra Coelho, Bispo Auxiliar de Braga.

A Paulus Editora é a responsável pele edição mundial desta obra, que se encontra disponível em 3 línguas: Português, Espanhol e Inglês.

Neste livro, “fruto de um exaustivo trabalho de quase sete anos, procura-se as origens do Movimento de Cursilhos de Cristandade, enfrentando novos desafios, sendo vanguarda de novos tempos, mantendo método e carisma e, simultaneamente, dando corpo à mudança, enfim, incentiva cada um a encaixar a «Alegria do Evangelho» na sua vida”, sublinha a nota.

Segundo D. Francisco Senra Coelho, esta nova revisão das Ideias Fundamentais do Movimento de Cursilhos de Cristandade “pretende ser uma resposta aos desafios lançados pelo Papa Francisco a toda a Igreja e aos movimentos eclesiais em particular”, refere ainda a nota.

O Movimento de Cursilhos de Cristandade teve a sua origem em Maiorca (Espanha), na década de 40 do século XX, onde se foi configurando como um movimento de evangelização que procura levar a Boa Nova do Amor de Deus a cada pessoa, especialmente aos mais afastados. Atualmente está presente em todo o mundo, atuando como um eficaz instrumento de evangelização em diferentes culturas e realidades sociais, manifestado tanto pelo Pontifício Conselho para os Leigos como pelos Papas Paulo VI, João Paulo II, Bento XVI e Francisco.

Atualmente e até 2017, Portugal preside ao Comité Internacional do qual faz parte o açoriano Fausto Dâmaso, que já foi responsável pelo Secretariado Diocesano do MCC.