O Papa deixou hoje no Vaticano votos de paz às famílias do Extremo Oriente, que vivem as festividades do Ano Novo Lunar, celebrado a 25 de janeiro.

“Envio-lhes a minha saudação cordial, desejando em particular que as famílias sejam lugares de educação para as virtudes do acolhimento, da sabedoria, do respeito por todas as pessoas e da harmonia com a criação”, disse, no auditório Paulo VI, no final da audiência pública semanal.

Perante milhares de peregrinos, Francisco convidou a rezar “pela paz, pelo diálogo e pela solidariedade entre as nações, dons cada vez mais necessários para o mundo de hoje”.

O Ano Novo Lunar é celebrado por milhões de pessoas, tanto no Extremo Oriente como em várias comunidades asiáticas espalhadas pelo mundo, incluindo Portugal, sobretudo chineses, coreanos e vietnamitas.

(Com Ecclesia)