Iniciativa quer envolver pais e comunidade na projeção da catequese

O novo ano da catequese na diocese de Angra vai abrir com duas apostas essenciais: a formação de catequistas e o desenvolvimento da escola paroquial de pais, disse ao Igreja Açores o novo responsável diocesano pela Evangelização e Catequese, Pe Jacob Vasconcelos.

“Ninguém dá o que não tem e por isso temos de apostar na formação inicial de base dos nossos catequistas para que eles sirvam cada vez melhor o evangelho e consigam chegar às crianças” refere o Pe Jacob Vasconcelos.

O sacerdote, que é o mais novo diretor diocesano na igreja insular, quer, por outro lado, desenvolver a escola paroquial de pais que é um “projecto ambicioso” que visa chamar os pais à catequese, envolvendo-os com a comunidade.

“É uma aposta nova e diferente que envolve a paróquia, os catequistas e os pais pois se estes não estiverem comprometidos e envolvidos não há catequese que frutifique”, precisou o sacerdote.

As ferramentas essenciais para este projecto irão ser aprofundadas no encontro nacional de catequistas de 3 a 5 de novembro, em Fátima, onde a diocese de Angra se fará representar com um dos maiores grupos de sempre.

“Este ano a grande aposta será a formação dos catequistas” refere o Pe Jacob Vasconcelos. “É uma herança dos meus antecessores que vamos iniciar já no próximo dia 11 aqui na terceira, mas que queremos levar a outros sítios nomeadamente Graciosa, Pico e possivelmente São Jorge. Mas, estamos disponíveis para ir onde formos solicitados”.

Também em São Miguel esta será a linha de força do programa pastoral para este ano, refere o Pe Jacob Vasconcelos que sublinha o trabalho empenhado que a equipa da ilha está a desenvolver no sentido de chegar a todas as paróquias, procurando uma maior formação dos catequistas.

“Ainda é cedo para sabermos quantos são os alunos que frequentam a catequese e quantos são os catequistas a nível dos Açores, mas posso avançar que, só na ilha Terceira, no ano passado, tivemos 700 catequistas. Não é um número qualquer” refere o jovem sacerdote que há muito tempo vem desenvolvendo nas paróquias onde trabalhou pastoralmente este sector.

O Serviço Diocesano tem agendados já alguns encontros em datas especiais: a recoleção do Advento, a 3 de dezembro; o dia do catequista a 21 de janeiro e os retiros da Quaresma.

“São momentos que visam proporcionar ferramentas para que cada um de nós aprofunde as razões dos eu acreditar para melhor transmitir a fé aos mais novos”, conclui o Pe Jacob Vasconcelos.

Este ano o primeiro e segundo anos da catequese terão catecismos novos, mais curtos, mas também “mais direcionados para as idades em questão”.