Por Igreja Açores

O novo bispo do Porto, Manuel Linda, afirmou a intenção de exercer o ministério com “amabilidade e coração grande” e mostrou-se disponível para, “se necessário”, fazer intervenção “política” e “denúncia” pelos desfavorecidos.
“O exercício da caridade implica sujar as mãos na realidade do dia-a-dia. Pode haver situações em que, mais do que isso, tenha de haver também a denúncia. Se for necessário, evidentemente que o farei”, disse Manuel Linda, quando questionado pelos jornalistas sobre a disponibilidade para fazer intervenção “política” em defesa dos mais carenciados.

(Com Ecclesia)