Pelo Pe José Júlio Rocha.

«Não lestes que o Criador, no princípio, os fez homem e mulher e disse: “Por isso o homem deixará pai e mãe para se unir à sua esposa e serão os dois uma só carne”?» (Mateus 19, 4-5)
O capítulo 19 de São Mateus institui o matrimónio cristão baseado no amor: uma só carne. Mas também fundamenta a dignidade da mulher.
No tempo de Jesus era prática comum o homem passar a carta de repúdio à mulher quando esta não satisfazia os requisitos que ele queria. Uma mulher repudiada era-o para sempre: estigmatizada.
Na religião fundada por Jesus a dignidade da mulher é igual à do homem.
Ainda há muito caminho a fazer…