Pelo Pe José Júlio Rocha.

«Deus Se compadeça de nós e nos dê a Sua bênção,
resplandeça sobre nós a luz do Seu rosto.» (Salmo 67)
O que é a luz do rosto de Deus? O erguer da Hóstia na consagração lembra-nos também a Transfiguração no Tabor: o esplendor de Jesus Cristo. Mas a Transfiguração não termina no monte. É preciso descer à comunidade dos homens.
O cardeal Tolentino alerta-nos para uma divisão na Igreja: aquela que separa o sacramento do altar do sacramento do irmão, que dissocia o sacramento da Eucaristia do sacramento do pobre.
Não sejamos apenas crentes: sejamos credíveis. Demos testemunho.
“Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é Amor.” (I João, 4, 8)