Pelo Pe José Júlio Rocha.

«Ainda que tenha de andar por vales tenebrosos,
não temerei nenhum mal, porque Vós estais comigo.» (Salmo 23)
Hoje é o dia do Bom Pastor: Jesus apresenta-se assim e este é o Seu atributo mais belo: “O Senhor é meu pastor, nada me falta”.
O pastor cuida, zela, não dorme, tem consigo o “cheiro das suas ovelhas”, como bem diz o Papa Francisco.
Rezemos pelos sacerdotes, pastores: para que sejam, acima de tudo, cheios de bondade, à imagem do coração de Jesus. A bondade deve ser a característica suprema do pastor. Neste dia, quero recordar o meu exemplo de sacerdote: o padre José de Lima, de boa memória.
Neste dia, quero beijar as mãos de todas as mães, a mais bela missão que Deus deu à humanidade. Sobretudo as mais velhinhas, as que vivem, nestes dias, a solidão e a ausência.
Jesus, o Bom, o Belo Pastor, tem-vos no Seu coração.