O Padre João Bettencourt das Neves é o convidado do programa de Rádio Igreja Açores no próximo domingo

A Igreja vive o tempo da Quaresma e convida a uma vivência mais intensa da penitência, da oração, do jejum e da caridade, desafios que o padre João Bettencourt das Neves considera “atuais”.

“Sempre que celebramos uma data, seja um aniversário seja uma festa tão importante e tão ampla como a Páscoa, precisamos de nos preparar e é a essa preparação que estamos a ser convidados” disse o vigário episcopal da Vigararia do Ocidente.

“Este convite é sempre atual porque assenta no Evangelho, que não passa de moda” sublinha o sacerdote que afirma que o que pode mudar é a forma de o “lermos e de o vivermos”.

“Todos nós precisamos de uma transformação da nossa vida e este é o momento”, reitera o padre João Bettencourt das Neves.

Na entrevista ao programa de rádio Igreja Açores, que vai para o ar este domingo, o primeiro da Quaresma, depois do meio-dia, na Antena 1 Açores e no Rádio Clube de Angra, o Vigário esclarece, ainda, algumas das práticas que o Evangelho sugere para esta época como o jejum e a caridade.

“O jejum que nos é proposto é mais do que deixar de comer” adianta , lembrando que a privação dos excessos é o essencial e “isso não passa só pela comida mas também por algumas práticas como a dependência das redes sociais, da televisão ou do telemóvel”.

O sacerdote acompanha o Papa Francisco na mensagem para esta Quaresma e afirma que gostaria “que neste tempo todos os cristãos- a começar por mim, diz- fossem capazes de dedicar mais tempo à palavra de Deus”.

Na entrevista o sacerdote aborda ainda as práticas rituais deste tempo como as procissões de Passos ou as romarias e projeta já os desafios que as quatro ouvidorias que integram a Vigararia do Ocidente enfrentam. Desde logo a necessidade de fixar pessoas.

“Estas quatro ouvidorias- Pico, Faial, Flores e Corvo- estão a ficar desertas e por isso temos cada vez menos pessoas disponíveis para se comprometerem com a Igreja”, seja na prática dominical seja na dinâmica pastoral, nomeadamente ao nível dos movimentos de apostolado.

Esta entrevista, conduzida por Tatiana Ourique, vai para o ar este domingo, depois do meio dia na Antena 1 Açores e no Rádio Clube de Angra. Pode depois ser ouvida em podcast aqui no sítio Igreja Açores.