Visita iniciou-se ontem e termina a 2 de dezembro

Está a decorrer desde ontem a segunda parte da visita pastoral do bispo de Angra à Ouvidoria da Ribeira Grande, nomeadamente às paróquias de Calhetas, Pico da Pedra, Rabo de Peixe, Ribeira Seca e Conceição, informa uma nota enviada ao Igreja Açores.

“O objetivo da visita não é um simples supervisionar dos serviços pastorais e controlo estatístico da realidade local, mas antes de tudo, contatar com os agentes de pastoral, suas ações, expectativas e dificuldades no testemunho e na vivência cristã e comunitária; conhecer todo o trabalho de apostolado, os meios e ambientes que caracterizam as comunidades e impulsionar a evangelização e formação cristã” refere a nota da ouvidoria enviada ao Igreja Açores.

Pretende-se com a visita pastoral “revitalizar a vida dos grupos e movimentos paroquiais, a unidade cristã de cada comunidade, como também, exortar ao espírito missionário de uma igreja acolhedora, seduzida pela beleza da santidade e seguidora do Mestre e Bom Pastor, Jesus Cristo” refere o ouvidor, Pe. Vítor Medeiros.

A visita pastoral começou com a deslocação do prelado diocesano às escolas do agrupamento da EBI de Rabo de Peixe, às instituições civis de Calhetas, seguindo-se um momento de oração com as irmãs clarissas.

Em todas as paróquias destaca-se a Eucaristia comunitária com a presença da catequese e dos diversos movimentos paroquiais, a visita aos doentes e às diversas instituições sócio-caritativas e civis, Centros Sociais e valências da Santa Casa da Misericórdia de R. Grande, terminando a visita Pastoral em cada paróquia com a reunião do Conselho Pastoral e convívio paroquial.

Destacam-se, igualmente, nos próximos dias visitas a diversas empresas com grande presença e dinamismo económico na ouvidoria Ribeira Grande como a Insulac, Cofac, Eduardo Ferreira, Plantivime e Fábrica de Peixe de António Mineiro.

A primeira parte desta visita iniciou-se no dia 16 de setembro, com reuniões nas paróquias da Ribeirinha, Santa Bárbara e Matriz.

Esta visita pastoral do prelado insere-se na temática pastoral diocesana “Comunidade Evangelizada em comunhão missionária” e na palavra do Papa Francisco “A santidade é o rosto mais belo da Igreja”, dado que o cristão “deve conceber a sua missão como caminho de santidade e em unidade com a missão evangelizadora de Jesus Cristo, o Bom e único Pastor, a quem devemos olhar e escutar para abrir o nosso coração, a nossa vida e a porta dos nossos lares e paróquias” sublinha ainda a nota do ouvidor.

A ouvidoria da Ribeira Grande situa-se na costa norte da ilha de São Miguel e é composta por oito paróquias: Calhetas, Conceição, Matriz, Pico da Pedra, Rabo de Peixe, Ribeira Seca, Ribeirinha e Santa Bárbara.

Recorde-se que o bispo de Angra começou por fazer a sua primeira visita pastoral ao coração da Diocese, a ouvidoria de Angra na ilha Terceira. Seguiu-se o Faial, e já este ano o Pico, Flores e Corvo. D. João Lavrador conhece, contudo, todas as ilhas tendo percorrido a sua maioria logo nos primeiros meses como bispo coadjutor, acompanhando a Imagem da Virgem Peregrina de Fátima entre 7 de janeiro e 28 de fevereiro de 2016.