D. Myron Cotta esteve desde sempre ligado às comunidades açorianas no estado da Califórnia, onde nasceu

D. Myron Cotta, filho de pais terceirenses, entrou hoje na diocese de Stckton, na Califórnia, depois de ter servido em Fresno. Trata-se de uma diocese grande que abarca os condados de San Joaquin, Stanislaus, Calaveras, Tuolumne, Mono e Alpine, com uma população católica de mais de 300 mil pessoas.

D. Myron Cotta é um profundo conhecedor dos costumes e tradições das comunidades açorianas, tendo já participado em muitas das grandes festas da Califórnia como são Gustine, Turlock, Thornton, Hilmar e outras, informa uma nota enviada ao Igreja Açores.

O novo prelado nasceu no dia 21 de março de 1953, em Dos Palos, condado de Merced, Califórnia. Os seus ascendentes são naturais da freguesia das Cinco Ribeiras, Ilha Terceira, Açores.

Concluiu os seus estudos no Seminário Saint John, Camarillo, em 1987, sendo ordenado presbítero, da Diocese de Fresno, em 12 de setembro desse ano. Foi vigário em Atwater, entre 1987 e 1989, data em que foi para administrador do Santuário de Nossa Senhora de Fátima, em Laton, até 1992.

Entre 1992 e 1999, Myron Cotta foi pároco da Igreja de Nossa Senhora dos Milagres de Gustine, desempenhando o seu cargo sacerdotal em boa comunhão com os seus paroquianos. Esta Igreja foi elevada a Santuário no ano de 2008.

No ano de 2014 foi nomeado bispo auxiliar de Sacramento, também na Califórnia, posição que ocupou por mais de 3 anos.

É o 20º bispo de origem açoriana nos EUA, embora ao contrário dos restantes já tenha nascido em solo norte americano.

(Com Liduíno Borba)