Paga o justo pelo pecador

Paga o justo pelo pecador

Por Renato Moura Antes da corrida desmedida para transformar habitações em alojamento local para turistas, já uma senhora, possuidora de uma casa grande, costumava alugar quartos disponíveis para albergar temporariamente pessoas em visita à ilha. Nesses anos recuados...
A pobreza é uma inevitabilidade, mas só se nós quisermos

A pobreza é uma inevitabilidade, mas só se nós quisermos

Por Carmo Rodeia Às vezes quando lemos determinadas notícias sobre a pobreza e os pobres ficamos com a sensação de que a pobreza se cola à vida de uma pessoa e nunca mais a larga. Dizem-nos os especialistas que são precisas décadas para alterar o ciclo de pobreza. E...
De “Principezinho” de Saint-Exupéry a “Príncipe” de Maquiavel

A esperança é uma porta aberta

Pelo padre José Júlio Rocha A Igreja assemelha-se aos vitrais de uma catedral gótica em pleno dia. Vistos do lado de fora, parecem um obscuro emaranhado de vidros foscos e sujos. Só por dentro se pode contemplar o brilho e a beleza da arte medieval dos vitrais. Vista...
Paga o justo pelo pecador

«Todos têm lugar e voz»

Por Renato Moura O título desta partilha não é meu: fui retirá-lo, com o devido respeito, da primeira homilia de D. Armando, nosso Bispo, na Sé de Angra, no passado Domingo. Bem sei que ele o disse referindo-se aos jovens e é um bom sinal: compreende que eles são o...
A pobreza é uma inevitabilidade, mas só se nós quisermos

A medida da caridade

Por Carmo Rodeia Acabamos de dar as boas vindas ao novo bispo de Angra. A festa foi bonita e participada de forma entusiasmada, como há muito não se via, apesar de se intuir um ou outro amuo pouco relevante e que há de converte-se . A vida é assim mesmo. A minha avó...