Não têm nada a perder

Não têm nada a perder

Por Tomaz Dentinho Na semana passada tinha agendado uma reunião com o Professor Idrissa Embalo da Guiné Bissau em Lisboa para tratar da difusão da Ciência Regional (www.regionalscience.org ) na África Ocidental e aproveitando uma ocasião em que ambos estávamos de...
É a desumanidade que alastra

É a desumanidade que alastra

Por Renato Moura Actualmente os homens que jogam a bola são comprados e vendidos, como se fossem máquinas. Os donos dos clubes adquirem para produzir espectáculo desportivo. Não fossem os chorudos ordenados e lembraria a velha escravatura. Antes, nos espectáculos...
Da pressa ser má conselheira

Da pressa ser má conselheira

Por Carmo Rodeia Tenho consciência de que a finitude do ser humano traz ao de cima uma série de sobressaltos e outras tantas preocupações, sobretudo quando estamos para lá da metade da vida, em que começamos a pensar de outra forma no fim. E também sei, que nós,...
Em jeito de homenagem…

Em jeito de homenagem…

Pelo Diácono António Rocha Rev Diácono, Querido amigo Manuel, Outrora do recôndito arquipélago açoriano, da ilha das Flores, partiste para o mundo e, ao longo destes 77 anos, construíste uma história de vida rica e enriquecedora. Do seminário dos Paulistas, ao Brasil,...
É a desumanidade que alastra

Subverter prioridades e alimentar claques

Por Renato Moura Volta à ordem do dia, na Assembleia da República, a discussão sobre a legalização da eutanásia. Posso dar como reproduzido o que escrevi no «Igreja Açores» sobre o assunto, que está inteiramente actual e foi aqui partilhado em 13 de Abril de 2018. Mas...