Autarquia comparticipa a obra da Fábrica da Igreja Paroquial de São Sebastião

A Câmara de Ponta Delgada vai comparticipar em 50.000 euros a recuperação de um “edifício histórico” da Igreja de São Sebastião, no centro da maior cidade dos Açores, que tem funcionado como centro pastoral e de catequese.

Segundo uma nota hoje divulgada pela autarquia, o protocolo de cooperação com a proprietária do edifício, a Fábrica da Igreja Paroquial de São Sebastião, já foi assinado.

No protocolo, assinado entre o presidente da Câmara de Ponta Delgada, José Manuel Bolieiro, e o representante da Fábrica da Igreja de São Sebastião, Padre Nemésio Medeiros, refere-se que o edifício “foi palco de formação não só religiosa, mas também pessoal e cívica de inúmeras gerações ponta-delgadenses, constituindo, assim, uma marca indelével na vida de muitos cidadãos”.

“Uma vez que o mesmo edifício apresenta sinais evidentes de degradação, que colocam em causa a sua estrutura, ameaçando a segurança dos utentes e de quem por ali circula, a autarquia concedeu o apoio financeiro de 50.000 euros com vista à sua recuperação”, sublinha ainda a nota da autarquia.

A Câmara refere também que “o protocolo agora assinado, que vigora pelo prazo de 10 anos, tem ainda em conta a potencialidade de utilização do referido espaço para a realização de eventos e atividades de interesse municipal e comunitário”.

O edifício situa-se entre a Rua Manuel Inácio Correia e o Largo João Francisco Cabral, no centro histórico da cidade, a escassos metros da Igreja Matriz de Ponta Delgada.

O imóvel tem funcionado “durante dezenas de anos como centro pastoral e de catecismo da Paróquia de São Sebastião”.

 

(Com Lusa)