A primeira edição dos “encontros de inventário” realiza-se a 23 de fevereiro em Fátima

A Comissão dos Bens Culturais da Igreja da Diocese de Angra vai participar no póximo dia 23, em Fátima, na primeira reunião do projeto Thesaurus, um programa de inventário e catalogação dos bens culturais móveis e integrados da igreja.

Trata-se de um programa, apoiado pela Fundação Calouste Gulbenkian, que abrange para já seis dioceses do país, entre elas a de Angra do Heroísmo, que visa a informatização de toda a informação relevante sobre o património móvel diocesano.

A primeira edição dos Encontros de Inventário começa com a apresentação do programa; a constituição de grupos de trabalho e a programação de ações, seguindo-se uma formação técnica em dois titens: in arte- gestão do património cultural móvel e in web- acesso on line ao património, ambas ministradas por Fernando Cabral.

Da parte da tarde a formação prossegue com a apresentação dos manuais de procedimento, nomeadamente as normas a adotar e o vocabulário a utilizar, duas ações minuistradas por Natália Jorge.

A Diocese de Angra está neste momento a dar os primeiros passos na aquisição do programa informático para iniciar o inventário dos seus bens culturais móveis e integrados.

“Estamos numa fase inicial com a aquisição do programa e a obtenção de formação para operar conteúdos e instrumentos e, depois iniciaremos a segunda fase que é a candidatura do nosso projecto de inventário, que já está pronto, a fundos comunitários”, disse ao Sítio Igreja Açores o recém nomeado director diocesano da Comissão de Bens Culturais da Igreja, João Paulo Constância.