Situação da pandemia em São Miguel está na origem deste adiamento

A 46ª Assembleia Plenária do Conselho Presbiteral Diocesano, agendada para o final de abril foi adiada para 22, 23 e 24 de junho, por decisão do Bispo de Angra.

Numa carta enviada aos membros deste Conselho, D. João Lavrador justifica a decisão com a “situação da pandemia”.

“Dada a situação de pandemia, sobretudo na Ilha de S. Miguel, somos forçados a adiar a reunião do Conselho Presbiteral agendada para este mês de Abril” refere o prelado.

“A precaução e respeito para com as regras sanitárias exigem da nossa parte este esforço e compreensão”, sublinha D. João Lavrador que adianta que, em principio, a reunião será em São Miguel, no Centro Pastoral Pio XII, como estava definido para o mês de abril.

O Conselho Presbiteral deste ano, segundo da Caminhada Sinodal, propõe-se a refletir sobre o perfil do padre evangelizador, focando a evangelização e o padre como homem de Deus. Nesta reunião magna do clero diocesano insular, estará em análise o processo de evangelização e o padre como homem da comunhão entre Deus e os irmãos e, finalmente, o padre enquanto pastor, no meio do povo, no seio de uma igreja pobre, como avançou ao Igreja Açores Monsenhor José Constãncia, membro do Secretariado Permanente do Conselho Presbiteral.

O documento de trabalho inicial que precedeu esta reunião foi enviado a todos os sacerdotes da diocese no passado mês de dezembro com um questionário que “visava refletir, ver e planear”.

“O resultado do estudo deste tema está a chegar de todas as ouvidorias e depois debatermos todos em conjunto”, refere.

O Conselho Presbiteral é o órgão de consulta do bispo diocesano, no qual têm assento como membros natos o Vigário Geral, os Vigários Episcopais, o Vigário Judicial, o Ecónomo Diocesano, o Reitor do Seminário e os Presbíteros Diretores dos Serviços Diocesanos de Pastoral e das duas Comissões Diocesanas. Integram ainda este Conselho o Ouvidor de cada uma das Ouvidorias (16), 1 representante dos assistentes dos Movimentos e Obras de Apostolado, 1 representante do Cabido/Colégio de Consultores e 1 representante dos Religiosos Presbíteros. Por designação do Bispo pode haver convidados eventuais.