A iniciativa é promovida pela Academia açoriana e será orientada pelo Pe. Ricardo Tavares

A Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade dos Açores promove três aulas abertas sobre as Raízes Egípcias da Cultura Bíblica, com entrada livre e não sujeitas a inscrição. O curso, que será ministrado pelo Pe. Ricardo Tavares, especialista na área da influência da cultura egípcia na construção da cultura bíblia, ocorrerá nos dias 6 e 27 de Novembro, e 4 de Dezembro, das 15H30 às 17H30, na Sala de Audiovisuais desta faculdade.

A formação “pretende demonstrar como Israel é uma cultura nascida no seio do Egipto, de que foi província durante vários séculos; neste processo, contribuíram as pequenas civilizações dos ‘apiru, sedentários de Canaã, e dos shasu, nómadas da Síria” refere uma nota enviada ao Igreja Açores.

“À matricial influência do império dos faraós, dos quais se destacam Tutmósis III, Amenóphis IV, Ramsés II, Tutanchamon, as seis rainhas e Neco II, especialmente nos domínios da engenharia civil, da medicina, da arte e da religião, juntam-se a de outros povos, como os hycsos e os filisteus” que serão também abordados sublinha a nota informativa.

Além da origem étnica e política de Israel, serão abordados temas relacionados com diversas figuras e conceitos, como os patriarcas Abraão, José e Moisés, os reis David, Salomão (e a Rainha de Sabá), Ezequias e Josias, os profetas Isaías, Jeremias e Ezequiel, os acontecimentos da Origem do Cosmos, do Paraíso perdido, do Dilúvio, da Páscoa, do Êxodo e da Queda de Jerusalém, o livro do Cântico dos Cânticos, o nome de Deus (YHWH) e a Arca da Aliança. Fundamental em todo este curso é o conceito egípcio de ma‘at, paralelo à Sabedoria bíblia.

Natural de Vila Franca do Campo, Ricardo Tavares é sacerdote católico da Diocese dos Açores. Completou licenciaturas em Engenharia Electrotécnica e de Computadores (Porto), e em Teologia (Porto), pós-graduações em Arte e Educação (Lisboa), e Arqueologia (Jerusalém), e doutoramento em Exegese Bíblica, na especialidade de Egiptologia (Frankfurt). Foi professor de Teologia, Exegese e Filologia Bíblica na Universidade Católica Portuguesa. Atualmente exerce actividade nos Açores como professor de Educação Moral e Religiosa Católica, pároco dos Fenais da Luz, diretor do Serviço Diocesano da Pastoral da Cultura e delegado diocesano para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso. Publicou dois apólogos poéticos — “As Gotas” (Angra do Heroísmo, 1996) e “O Mistério do Folião” (Vila Franca do Campo, 2005) —, a sua tese de doutoramento — Eine königliche Weisheitslehre? [Uma instrução sapiencial?] (Fribourg, 2008)  — e a primeira colecção de ensaios de Cristopoética “O Verme de Deus” (Ponta Delgada, 2019).