Iniciativa do Secretariado Nacional de Comunicação Sociais vai decorrer nos dias 28 e 29 de setembro

O Secretariado Nacional das Comunicações Sociais vai promover as Jornadas Nacionais de Comunicação Social nos dias 28 e 29 de setembro, este ano “essencialmente práticas” sobre “criatividade na produção de conteúdos” e ferramentas de partilha de informação.

Numa carta enviada aos órgãos de comunicação social, o presidente da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais referiu que, “mais do que cumprir um compromisso do calendário”, o secretariado que promove e organiza estas jornadas quer que sejam uma “partilha de competências”.

“Propomos umas Jornadas de Comunicação Social essencialmente práticas, onde o uso do Twitter, Facebook, Instagram, WhatsApp e outras redes sejam o ambiente informativo e comunicativo”, afirmou D. João Lavrador no documento enviado à Agência ECCLESIA.

“Atualmente a comunicação é mais uma ocasião de partilha do que de difusão, onde as redes sociais adquiriram um papel central, a exigir o seu uso de acordo com as estruturas de cada uma e os públicos a que queremos chegar”, acrescenta.

D.João Lavrador afirma também que é necessário produzir conteúdos com “criatividade”, de “forma nova, atraente e positiva”.

“Parece-nos que a criatividade na produção de conteúdos, seja na escrita seja nos meios audiovisuais, exige atenção crescente”, sublinha o bispo de Angra.

Na carta enviada aos órgãos de comunicação social, D. João Lavrador acrescenta ainda que o Secretariado Nacional de Comunicações Sociais vai promover, no decorrer das jornadas, a “Mostra Multimédia, este ano “destinada exclusivamente a projetos que estejam relacionados com o uso das redes sociais”.

“Nestas Jornadas teremos também ocasião de continuar a refletir, numa reunião de trabalho entre diretores de secretariados diocesanos das comunicações sociais, sobre o projeto de comunicação para a Igreja Católica em Portugal, no qual estamos vivamente empenhados, apesar de cada vez mais identificarmos os obstáculos que se colocam à sua concretização. Isso não impede, no entanto, a crescente certeza da sua necessidade e urgência”, informa também o documento.

Na edição 2016 das Jornadas Nacionais de Comunicação Social, que decorrem habitualmente em Fátima, os participantes sugeriram que a edição 2017, agora apresentada, fosse realizada em Lisboa, nas novas instalações da Rádio Renascença e da Conferência Episcopal Portuguesa.

O programa das Jornadas Nacionais de Comunicação Social assim com as informações sobre o decorrer dos trabalhos vai ser divulgado no início de setembro.