Pe Pedro Aguiar é o novo sacerdote da diocese de Angra, ordenado este domingo por D. António de Sousa Braga

Quando “realizamos o nosso sonho só podemos estar felizes. É assim que me sinto hoje”, disse o mais novo sacerdote da diocese de Angra, ordenado este domingo na Sé pelo Bispo diocesano, D. António de Sousa Braga.

O Pe Pedro Aguiar, de 25 anos, é natural das Lajes do Pico e é o 54º sacerdote ordenado pelo Bispo de Angra, que no dia 30 de junho completa 19 anos de episcopado.

“Nem toda a gente tem a felicidade de realizar os seus sonhos mas quando o conseguimos a felicidade é grande. E para mim este dia significa a realização de um sonho que tenho desde os meus 13 anos” disse o novo sacerdote durante o jantar comemorativo da ordenação, que decorreu no Seminário, organizado pela instituição e pelos colegas e que reuniu familiares e amigos, entre eles alguns sacerdotes que “foram decisivos” nesta caminhada do novo presbítero como o próprio reconheceu na entrevista que deu ao Sítio Igreja Açores esta semana.

Um deles foi o Pe Rui Silva, antigo pároco das Lajes do Pico e ex professor de Educação Moral e Religiosa Católica que acompanhou o “despertar” desta vocação do novo sacerdote.

“Sempre confiei que o Pedro chegasse ao fim porque ele sempre manifestou este desejo e esta vontade de ser ordenado padre e o dia chegou”, disse ao Sítio Igreja Açores o Pe Rui Silva, natural da Ribeirinha em São Miguel e atualmente pároco em Santa Maria.

“Fui professor do Pedro e ele era tímido mas hoje essa timidez foi vencida por um querer que ele tem e que se manifesta sempre e isso é muito bom”, referiu o sacerdote.

Já o atual pároco das lajes afirmou ser “o portador daquele abraço da comunidade paroquial” confessando a sua dupla felicidade porque “quando vemos alguém lutar por um projeto é bom, mas este em particular dá-nos ainda uma maior satisfação pois estamos a acolher um novo colega que vai servir esta igreja diocesana”, disse o Pe João Bettencourt das Neves.

Igual sentimento tem o ouvidor eclesiástico da ilha do Pico que também esteve presente na cerimónia de ordenação.

“O dia de ordenações é sempre de alegria para toda a diocese. Hoje, particularmente, porque é mais um filho do Pico que entra no sacerdócio, estamos ainda mais felizes e espero que tenha um  profícuo apostolado cheio de alegria e de amor ao jeito do bom jesus”, disse o Pe Marco Martinho.

Durante a festa da ordenação o novo sacerdote , entre os vários agradecimentos que deixou, referiu-se aos párocos das três paróquias que serviu como seminarista- São Mateus, Nossa Senhora da Conceição e Porto Martins na ilha Terceira- pelos “ensinamentos e o acolhimento” que lhe prestaram.

Interpelado pelo Sítio Igreja Açores o pároco da Paróquia de Santa Margarida, de Porto Martins, Pe Júlio Rocha, também professor do novo sacerdote no Seminário Episcopal de Angra destaca as suas qualidades.

“O Pedro é um jovem que amadureceu muito no seminário e sobretudo na sua vida espiritual e possui muita vontade e determinação” disse o Pe Júlio Rocha que sublinha “a sua capacidade de compreender os problemas e as pessoas, revelando uma grande capacidade de pensar a igreja açoriana e a realidade onde ela está inserida”.

“Ele pode ter alguma dificuldade no primeiro encontro mas isso será facilmente ultrapassado com o passar do tempo” concluiu o Pe Júlio Rocha.

O Reitor do Seminário, Cónego Hélder Miranda Alexandre leu algumas mensagens enviadas em nome individual e de ouvidoria- Pe Nelson Vieira, da Maia em São Miguel e Cónego Ângelo Valadão e as ouvidorias de Capelas e Graciosa- e sublinhou “um caminho trilhado com humildade e entrega” que deve “ser seguido como exemplo pelos restantes seminaristas, sobretudo nas horas de maior desânimo”.

“Que esta ordenação seja um testemunho vivo para todos”, disse o responsável pelo Seminário.

O novo sacerdote teve ao seu lado, também,  a família mais chegada. A Avó que o acompanhou ao longo de toda sua vida não escondeu “a enorme felicidade desta meta ter sido alcançada”.

Em declarações ao Sítio Igreja Açores Belmira Aguiar lembrou que o neto “nunca teve qualquer hesitação nesta escolha embora nós às vezes tivéssemos duvidas sobre se ele chegaria ao fim”.

O Pe Pedro Aguiar celebrará a sua missa nova na paróquia de nascimento, na Igreja da Santíssima Trindade, das Lajes do Pico, no dia 12 de julho.