Angra foi a diocese anfitriã da primeira reunião alargada, fora de lisboa, entre o Comité Local Organizador e os comités diocesanos

A Diocese de Angra acolhe este fim de semana a reunião do Comité Organizador Local (COL) da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023 com os Comités Organizadores Diocesanos (COD), em Ponta Delgada.

O principal momento do encontro decorreu esta manhã no Centro Pastoral Pio XII e visou, sobretudo a troca de informação entre o COL e os Comités diocesanos e nela participaram também os bispos de Angra, D. João Lavrador e auxiliar de Lisboa, D. Américo Aguiar, que é também o Presidente da Fundação JMJ- Lisboa 2023.

Esta reunião, a primeira mais alargada fora de Lisboa, serviu sobretudo para “trocar informação, avaliar o caminho já feito e projectar acções futuras” disse ao Igreja Açores o responsável pelo Comité Diocesano de Angra, padre Norberto Brum.

“Este fim de semana serve sobretudo para experimentarmos um momento de grande comunhão e eclesialidade” esclareceu ainda lembrando que apesar da periferia açoriana, a diocese, em especial os jovens “querem estar no coração da Igreja e também no coração da JMJ de Lisboa”.

Na sexta-feira os mais de 60 participantes neste encontro puderam fruir de um momento cultural açoriano, com música e poesia e, depois da reunião de trabalho, irão apreciar algumas das mais belas paisagens da ilha de São Miguel e amanhã, domingo, participarão na Eucaristia na Igreja de Nossa Senhora de Fátima, no Lajedo,  em Ponta Delgada.

“Estes encontros servem para preparar este que é o maior evento da Igreja Católica em todo o mundo, a Jornada Mundial da Juventude que, em cada uma das suas edições, reúne milhões de jovens de todo o mundo”, explicou o responsável pelo COD de Angra, o padre Norberto Brum.

O COL, entretanto, divulgou nas suas redes sociais que a data da JMJ Lisboa vai ser anunciada no próximo dia 4 de outubro.

As Jornadas Mundiais da Juventude nasceram por iniciativa do Papa João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude.

Cada JMJ realiza-se, anualmente, a nível local (diocesano) na Solenidade de Cristo Rei, (ou em data a definida por cada diocese), alternando com um encontro internacional a cada dois ou três anos, numa grande cidade.

As edições internacionais destas jornadas promovidas pela Igreja Católica são um acontecimento religioso e cultural que reúne centenas de milhares de jovens de todo o mundo, durante cerca de uma semana.

© Direitos Reservados