Bispo convoca diocese a prosseguir e aprofundar a caminhada sinodal

O ano pastoral na diocese de Angra, começa este domingo, o primeiro do Advento,  com o bispo diocesano, D. João Lavrador, a convocar toda a diocese a prosseguir e a aprofundar a caminhada sinodal.

“O lema que inspirou o ano passado, e vai continuar a inspirar nos próximos anos exige da parte dos sacerdotes, enquanto pastores e principais responsáveis pela vida pastoral das comunidades cristãs, a renovação permanente e a sintonia com a evangelização” refere o bispo numa carta enviada a todos os presbíteros.

Para sinalizar a abertura do novo ano pastoral, o bispo, D.João Lavrador presidirá este domingo a uma celebração eucarística na Sé diocesana, às 18h00, n qual participarão vários grupos de jovens, sinalizando também a sintonia entre esta caminhada açoriana e o caminho que os jovens estão a desenvolver rumo à Jornada Mundial da Juventude, em Lisboa em 2023.

Na mensagem onde convida todos os diocesanos para prosseguirem este esforço, D. João Lavrador interpela diretamente os jovens para uma participação ativa na caminhada sinodal diocesana.

“Marcaremos, em cada paróquia ou Ouvidoria, o primeiro domingo do Advento [29 de novembro] com uma ação tipicamente juvenil que junte o início do ano pastoral, a caminhada sinodal e as JMJ Lisboa/2023”, indica D. João Lavrador.

O bispo da diocese açoriana apela ao “rigoroso cumprimento das regras sanitárias” para que as celebrações litúrgicas e demais ações pastorais decorram com a adequada segurança, por causa da situação de pandemia de Covid-19.

No documento, D. João Lavrador indica que “a Igreja evangelizadora, a Igreja em diálogo com o mundo de hoje e a Igreja comunitária que promove os carismas e os ministérios entre os seus membros”, é a “prioridade” para este ano pastoral, escolhida pela Assembleia Diocesana, composta pelos membros dos Conselhos Diocesanos de Pastoral e Presbiteral, das cinco áreas que devem “integrar uma comunidade cristã renovada e capaz de responder aos desafios do tempo presente”.

O bispo de Angra explica que têm “a imperiosa tarefa de convocar todos os batizados para a sua participação ativa nas comunidades cristãs”, uma atitude participativa que “deve começar pela formação necessária para se compreender a centralidade da Eucaristia na promoção da comunhão e no dinamismo missionário”.

“Que não nos faltem a coragem e a criatividade, a partilha de experiências suscitadas pelo mesmo Espirito e a iniciativa de propor o Evangelho com novo ardor, com novas linguagens e com novos métodos”, assinala D. João Lavrador, na nota pastoral publicada  aqui no sítio online da Diocese de Angra.